Dúvidas Frequentes

Implantes

Existe perigo de rejeição do implante? Qual a chance de um implante dar certo?

Não há risco de rejeição, uma vez que o titânio é um tipo de material imunologicamente inerte. A taxa de sucesso dos implantes osseointegráveis é muito alta e estudos de longo prazo demonstram sua eficácia mesmo após muitos anos de colocação. Existe, porém, uma possibilidade pequena de perda do implante (não ocorrência da osseointegração), em torno de 2% a 3% dos casos, geralmente logo após o período de colocação. Mas, nestes casos, o implante poderá ser facilmente removido e, na maioria das vezes, pode ser instalado um novo implante.

É necessário realizar algum tratamento antes de colocar os implantes?

Varia um pouco dependendo de cada caso. Geralmente, após a cirurgia de colocação dos implantes, espera-se por um período que varia de 04 a 06 meses, para que ocorra o processo da osseointegração e aí então, os implantes serão descobertos e a prótese dentária será conectada ao implante. Em algumas situações específicas, a prótese pode ser instalada já no dia da cirurgia.

Quais os riscos cirúrgicos?

São muito pequenos, uma vez que a cirurgia geralmente é realizada com anestesia local, sendo muito menos traumática do que alguns procedimentos odontológicos, como a remoção de dentes inclusos. O pós-operatório é tranqüilo para a maior parte dos pacientes. Claro que existe um pequeno risco inerente a toda e qualquer intervenção cirúrgica, como infecção pós-operatória, mas são situações raras e em índices muito baixos.

O que são Implantes com Cirurgia Guiada por Computador?

São implantes realizados com a utilização de um guia cirúrgico, produzido a partir da tomografia do paciente. O especialista em implantodontia, utilizando-se das imagens tomográficas do paciente, planeja virtualmente a posição de cada implante em um programa específico de computador e então estes dados são enviados para fabricação do guia cirúrgico. Com o uso desta técnica evitam-se cortes e pontos na gengiva do paciente, proporcionando uma recuperação mais rápida e um pós-operatório mais tranquilo.

Fazer implantes fica caro?

Atualmente a realização de implantes já é acessível a uma grande parcela da população. O que tem que se ter em mente é que recuperar dentes perdidos é investir em melhoria da saúde e qualidade de vida. Portanto, é importante uma avaliação e conversa com o cirurgião dentista para se conhecer as opções de tratamento, as etapas e os recursos financeiros necessários.

Que cuidados tomar ao se optar por fazer implantes?

Procurar um cirurgião dentista para fazer uma avaliação do caso. Há uma área específica da odontologia, a implantodontia, em que o cirurgião dentista se especializa na realização de implantes. O paciente pode confirmar se o profissional é especialista ligando no CRO (Conselho Regional de Odontologia) – órgão que regulamenta a profissão do cirurgião dentista.

agende

AGENDE UMA AVALIAÇÃO.
NÓS LIGAMOS PARA VOCÊ!

Se preferir, ligue agora!

(31) 3274-5505

teste